Manual para se tornar um pseudo-intelectual

O uso de fóruns virtuais certamente trouxe vantagens inúmeras no mundo da comunicação. Invision, phpBB e vBulletin, dentre outros, permitem aos usuários desfrutar de várias ferramentas e conversar sobre todos os assuntos imagináveis. Cada fórum, com seus administradores e moderadores, possui suas respectivas regras que, de uma maneira geral, culminam com a manutenção da ordem e do bom senso. Porém, como não deveria deixar de ser, existem os vários outros grupos dentro dos fóruns. Dentre eles, podemos citar os IDIOTAS e os PSEUDO-INTELECTUAIS.

A questão dos IDIOTAS já foi amplamente discutida em um Manual Prático (parabéns ao autor)(obs. do Web Garabge: Breve postaremos o Manual do Idiota), porém a arte de se tornar um PSEUDO-INTELECTUAL ainda não foi relatada, por motivos muito simples. Primeiro, o PSEUDO-INTELECTUAL que exerce com perfeição as suas atribuições não irá lhe ensinar a se tornar mais um de sua horda. Isso porque, ao contrário do grupo dos IDIOTAS, o grupo dos PSEUDO-INTELECTUAIS preza pela minoria: uma de suas diretrizes é a de que o conhecimento não deve ser compartilhado de forma alguma. Isso é tão óbvio que não precisa ser dito, mas como você aspira ser um dia um PSEUDO-INTELECTUAL, você não deverá entender o motivo (caso contrário você seria um INTELECTUAL, o que você jamais terá paciência para ser). Voltando ao assunto, se o grupo dos PSEUDO-INTELECTUAIS fosse passar a bola para frente, todos seriam PSEUDO-INTELECTUAIS e não sobraria ninguém para ser impressionado com a sua (fingida) inteligência. O segundo motivo é que o PSEUDO-INTELECTUAL não possui conhecimento o suficiente para repassar a alguém os seus ensinamentos (novamente, senão ele seria um INTELECTUAL).

Este manual técnico visa ensiná-lo a se tornar um PSEUDO-INTELECTUAL de carteirinha. Para obter sucesso nesta odisseia, basta seguir as regras que serão apresentadas a seguir. Enfim, vamos às lições.

(Lições no resto do post)

1) Use palavras de difícil compreensão
Se você quiser se tornar um PSEUDO-INTELECTUAL, certamente terá de colocar em prática essa lição. Palavras desconhecidas causam impacto nos leitores. Eles ficarão impressionados e acharão que você é culto. Não precisa ir muito longe, basta pegar um dicionário e usar as palavras que forem estranhas ao cotidiano. Atenção: não use simplesmente as palavras que você não sabe o significado! Como você é um PSEUDO-INTELECTUAL, você não conhece nada além do básico. Ou seja, se você for usar as palavras que não conhece, certamente irá se passar por um IDIOTA, que é exatamente o contrário do que você quer.

Outra dica é inventar uma palavra e colocar no Google. Se achar algum resultado, é porque ela existe. Logo, a única coisa que você deve fazer é colocá-la no meio de sua frase.

2) Procure conhecer nomes de artistas totalmente desconhecidos
E você irá pensar: “mas eu não quero ler textos e conhecer a vida da pessoa, caso contrário optaria por ser um INTELECTUAL”. Ah, como é tolo… você simplesmente precisa conhecer o nome do artista. Não precisa saber nada sobre a história dele, os ideais, os trabalhos produzidos e outros. Note que você deve conhecer somente os desconhecidos. Se for falar de cinema, nada de Hitchcock, Coppola e Tarantino, porque todos os conhecem. Uma tática muito eficaz é procurar algum filme no IMDB com data de lançamento entre 1940-1970, preferencialmente da Europa, e com menos de 10 votos. Assim, defenda cegamente toda o equipe de produção, principalmente o diretor.

O mesmo se aplica ao mundo da música. Basta procurar aquela banda que ninguém conheça, que lançou só uma demo em 1990 e já acabou.

3) Conduta no post
Esta lição irá tratar de como seu texto deve ser escrito, desde sua estrutura até seu conteúdo.

3.1) Nunca ria
Rir é sinal de diversão e perda de tempo. Você, como um exímio PSEUDO-INTELECTUAL, é uma pessoa muito séria e que (teoricamente) utiliza seu tempo com estudos. Claro que isso não é verdade, pois você passa o dia inteiro coçando o saco. Mas não se iluda, você pode rir, só não pode registrar isso nos fóruns.

3.2) Não utilize emoticons/smilies
Você não tem tempo para ficar de gracinha colocando “carinhas” nos seus posts. As coisas são sérias, ninguém é criança, então ficar colocando figuras com representações emocionais certamente não é a sua praia. Isso não o impede de continuar assistindo Pokémon, Eliana e Sakura Card Captors.

3.3) Escreva no mínimo 4 parágrafos
Se você quer impressionar, deve demonstrar como consegue expor seu ponto de vista de maneira culta e analítica. Para tanto, repita a mesma coisa de maneira diferente o maior número de vezes possível (lembre-se da lição 1). Alcançar esse objetivo não é nem um pouco difícil. Ao final dessa lição você será capaz de fazê-lo sem a menor dificuldade.

3.4) Não cometa erros gramaticais e nem de digitação
Calma, não desespere! Já lhe aviso de antemão que essa é a lição mais difícil (leia-se, praticamente impossível) do mini-curso. Tá bom, convenhamos, não é porque você é PSEUDO-INTELECTUAL que você é IDIOTA. Pelo menos um mínimo de conhecimento você tem. A ideia aqui é deixar o seu post livre de qualquer tipo de erro. Para tanto, redija seu texto e leia cerca de 20 vezes antes de postar. Feito isso, coloque o texto no Microsoft Word. Corrija os cinco erros por frase. Piscina tem SC, pneu é com P mudo e embaixo se escreve junto. Não, “de repente” é separado. Após corrigir todos seus erros, deixe para enviar o texto no dia seguinte, pois já são 3:37 AM e com o sono que você está, certamente irá deixar passar algum erro IDIOTA e perderá toda sua moral.

3.5) Cite repetidamente méritos que você não tem
Como todo bom PSEUDO-INTELECTUAL, seu intuito é deixar claro que você é muito mais do que o alfa e o ômega, pois você conhece todo o alfabeto grego. Tendo isso em mente, cite o maior número de vezes que você possui PhD em diversas áreas. Caso seja iniciante na arte de PSEUDO-INTELECTUALIDADE, afirme somente que está fazendo mestrado. Fale que já viajou para vários países. Porém, recomendo cuidado: você não pode soltar essas informações ao acaso! Mencione o fato dentro de algum assunto, mesmo que seja só para fazer alusão as suas falsas qualificações honrosas.

4) Discorde de tudo e de todos
Esse ponto é crucial. O PSEUDO-INTELECTUAL deve convencer os outros de que tem um vasto conhecimento acerca de todas as coisas. Para tanto, o melhor jeito é argumentando, e obviamente você não irá argumentar a favor de determinada afirmação. Os assuntos que mais lhe trarão respeito na comunidade são religião, política e ciência.

Novamente, note que você não precisa ter conhecimento algum do assunto em apreço. Basta negar veementemente o que foi dito e afirmar o extremo oposto. Inventar também vale (já que toda A PSEUDO-INTELECTUALIDADE é embasada em mentiras), desde que seja algode difícil constatação. Alguns exemplos:

Afirmativa: Deus existe.
Sua resposta: Deus não existe. Não há evidência alguma que sequer remotamente faça alusão ao fato de que alguma entidade superior já existiu. Desafio-lhe a me mostrar alguma evidência científica.

Afirmativa: Deus não existe.
Sua resposta: Estudos já constataram que de fato houve um dilúvio na região citada na Bíblia, dentre vários outros fatos. Além disso, cientistas relatam que a possibilidade de tudo ter acontecido ao acaso é nula, e afirmam que somente uma inteligência superior poderia ter criado o universo.

Afirmativa: Política não serve para nada.
Sua resposta: O ordenamento jurídico brasileiro é o pilar da sociedade e sustenta toda organização econômica, política, financeira e social do país. Sem a política, estaríamos vivendo na idade da pedra ainda.

Afirmativa: A política é vital em nossa sociedade.
Sua resposta: Graças à política, nosso mundo sofre de guerras, fome, poluição e outros. A forma como as sociedades estão organizadas impossibilitam a igualdade e a justiça.

Afirmativa: Remédio faz mal, por isso não uso.
Sua resposta: O uso de remédios data de milhares de anos atrás. Mais recentemente, com o avanço da química farmacêutica, as indústrias começaram a produzir medicamentos mais eficazes, de menor custo e com menos efeitos adversos. Diversas doenças foram curadas com medicamentos hoje considerados banais.

Enfim, como pôde ver, você jamais poderá expor sua real opinião acerca de determinado tema (mesmo porque você não tem uma, caso contrário não seria um PSEUDO-INTELECTUAL). Agora é a sua vez de praticar. Preencha os campos (você deverá utilizar todo o espaço, para treinar a lição 3.3):

Afirmativa: John Petrucci é um ótimo guitarrista.
Sua Resposta: ____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________

Afirmativa: Michael Jackson morreu.
Sua Resposta: (o traço foi retirado para economizar espaço, mas sua resposta deve seguir aos padrões da lição 3.3)

5) Seja extremamente arrogante e insolente
Isso é sinal de que você é uma pessoa austera e imponente, ganhando respeito no fórum. Alguns conselhos serão dados nessa lição. Quanto mais dicas você seguir, maior será seu status entre os PSEUDO-INTELECTUAIS e IDIOTAS. Todavia, recomendo cautela, pois você pode acidentalmente irritar um Staff do fórum com sua impetuosidade e ser banido. De qualquer forma, isso não seria de todo ruim, pois você seria visto como mártir e detentor-mor da PSEUDO-INTELECTUALIDADE.
Não aceite brincadeiras.
Não aceite opiniões contrárias a sua.
Entre em um tópico de piada somente para criticar a maneira como a sociedade encara a realidade (lembre-se, você pode se mijar de rir).
Sempre que possível, finja-se de impressionado pela falta de conhecimento de outros.
Não aceite erros alheios.
Leve tudo a sério.
Reclame de tudo.
Nunca se mostre satisfeito.

6) Reze todos os dias
Essa é a última lição, porém não lhe renderá qualquer respeito no fórum. Mas talvez vá lhe guardar alguma vaga no céu ou no inferno, porque mentiroso do jeito que você é, nem o capeta vai lhe querer por perto.
———————————————————————————————-

O nosso curso chega ao fim e tenho a certeza de que, seguindo os passos aqui apresentados, você será um PSEUDO-INTELECTUAL de qualidade! Qualquer dúvida, não entre em contato comigo, pois ter dúvida não é nada aceitável em sua nova empreitada.

Boa sorte.

Créditos: 2112/Adagio (M4E)

9 respostas para Manual para se tornar um pseudo-intelectual

  1. […] Completo de como ser um idiota na Internet Bem como eu havia dito no post Manual para se tornar um pseudo-intelectual, trago a vocês o manual do IDIOTA. Ele não ensina a ser um idiota na vida, mas sim na internet, […]

  2. kkkkk Não não não… me recuso, só amanhã kkkkkkk

  3. Anônimo disse:

    É um começo, mas não o suficiente.

  4. Ah,foi muito divertido.Conheci muitos conceitos e verdades que diz tudo sobre o autor ,seus pensamentos e escritos.Isto e,que voce tem todos os comportamentos e qualificaoes de um autentico e completo Idiota !

  5. Adorei!!!! muito divertido. kkkkkkkkkkkkkk

  6. Samuel disse:

    kkkkkkkk,bem legal.

  7. Ser pseudo-intelectual é curtir porcarias, como funk carioca, por exemplo. Funk carioca estimula o emburrecimento e não transmite nenhuma mensagem ética, só falsa de putaria e apoio aos marginais. Talvez seja por isso que os EUA e o resto do mundo nos odeiam.

  8. Saulo Marcos disse:

    Nossa! Tudo isso para passar um falso conceito do que é um pseudo-intelectual? kkkk. Eu vou dizer quem é de fato o intelectual falso intelectual

    O intelectual de verdade tem um raciocínio lógico extremamente desenvolvido, e por isso chega a conclusões muito interessantes sobre qualquer assunto, promovedo o desenvolvimento e evolução humana, na sua maneira de pensar.

    Atraves do seu raciocinio bastante apurado, ele consegue até mesmo derrubar paradgmas e conceitos ultrapassados, estes, citados cegamente pelos pseudo-intelectuais, que são aqueles que sabem ler livros adoidadamente (bitolados) e como papagaios apenas sabem citar frases de filósofos, e grandes escritores, sem trazer uma real evolução na maneira de pensar das pessoas. Enfim, são papagaios, que só dizem o que aprendem burocraticamente.

    O intelectual de verdade tema capacidade de desenvolver conceitos novos e interessantes, apenas observando os fatos do seu cotidiano, da história, da ciencia. O Falso intelectual, é bastante burocrático e não exerce de fato o LIVRE PENSAMENTO. Ele se norteia demais em conceitos passados, não tem capacidade de pensar por si proprio e chegar a conceitos inovadores, porque não possui um raciocinio logico bastante avantajado e desenvolvido.

    O verdadeiro intelectual, desenvolve intensamente a sua inteligencia e tem um raciocínio lógico bastante acima da média. O pseudo-intelectual tem uma lógica medíocre, desenvolve burocraticamente a sua inteligencia porque se prende demais a conhecimentos obtidos nos livros. É uma memoria de conceitos extraidos de livros, mas geralmente é bem menos capaz de criar novos paradgmas do pensamento.

  9. Yuri paulo disse:

    Quem escreveu essa porcaria é um babaca,
    não sabe de nada e presisa levar um tapa na cara pra ver se volta pra terra.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: